Não é um texto qualquer

18:18:00

Se for para fazer qualquer coisa não coloque meu nome, não me peça favor e nem lembre de mim.   Sou a favor do novo, da melhora, da mudança, do que não foi feito, do  que vem a mais. Não apenas uma cobertura do normal, mas o comum visto de outro ângulo para desse modo torná-lo algo no mínimo diferente. Se for para jogar qualquer jogo, na maior humildade, tiro o meu time de campo. Nem tudo que é lindo é divino.
É tão fácil argumentar, apoiar, elogiar, mas chegar no lá...é outra coisa, são outros quinhentos. A caminhada entre comum e o novo é longa e requer preparação.  Minha dor é a ilusão da maioria pensar que é fácil, que algumas passadas e já chegou. Não, não é assim.  

Chegar onde não tem pegadas é dolorido, deixa marcas, mas o caminho mais longo mesmo que doído é melhor. Não me chame para andar por atalhos, nem para andar escondendo minha face, eu vou chegar onde for com minhas olheiras mesmo que, além disso, precise ter os pés calejados.

A glória não se faz em vão. Não quero nada que eu não tenha feito por bem merecer.


“Da paixão ao tédio quantos dias caberão
Ele tem que trabalhar, você tem que ver a situação.”

You Might Also Like

1 comentários

  1. Adorei o post!
    Estou de volta com meu blog caso queira dar uma passadinha por lá! http://kindereggsandbooks.blogspot.com/

    bjs

    ResponderExcluir