Muito além da calçada ou do fim.

14:46:00

Vez ou outra a gente tropeça no nosso orgulho, sente raiva, o corpo desequilibra, pende para cair,balança pro lado, segura nas pontas da verdade e não cai. Essa verdade que salva é muito mais que uma simples verdade. é uma verdade completa que preenche todos os poros, espaços vazios e é a sustentabilidade de todo o resto do corpo. Vai ser sempre assim.
O orgulho só é possível quando nos é dado espaço e pra uma pessoa aceitar seu orgulho e permitir que você expanda além dos limites do seu corpo um sentimento tão superestimado, no mínimo tem muito sentimento bom ali. As pessoas normais são egoístas demais para suportarem emoções um tanto quanto egoístas. Só sendo extremamente altruísta para compreender ataques de orgulho. Mas há outro sentimento que suporta, o maior de todos os outros.
Ele é o maior de todos os outros, mas não se vangloria disso. Pelo contrário, a humildade que nutre esse sentimento faz ele ser até um pouco tolo, o que permite que outros, como o orgulho, façam ele se sentir pequeno.

Mas não! Não, nobre amigo. Tu és o maior de todos. O mais puro. E o que me permite dizer isso com mais força é que tu não vais aproveitar desse meu momento de declaração para mostrar-me que horas mais cedo eu estava errada. Sim, eu errei. E todas as vezes que eu erro antes mesmo que eu peça perdão, eu estou perdoada. Isso só acontece porque o alimento que lhe fortalece é muito mais completo que qualquer outro. E eu me sinto feliz por você existir. Acima de qualquer outra coisa, de mim, do orgulho, da violência, do medo. Você existe, nobre amigo. E isso de alguma forma me faz continuar, me faz não desistir...Por ora é só isso. O que não considero pouco. Mas o suficiente pra te agradecer por esses dez minutos te descrevendo que me fizeram refletir...e pedir perdão novamente, pela minha arrogância, meu orgulho e minhas tolices. Se saio daqui mais tranquila, é somente porque tu existe. Não só em mim. Mas em todos os cantos, na catracas, nas luzes, nos olhares, no elevador...na vida...ele está lá...Nobre amor, maior entre todos. Soberana humildade. Verdade absoluta.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Já te falei que eu sinto um orgulhinho de te ver escrevendo assim. Toda mulher?

    beijinhos*

    ResponderExcluir