em um texto milhares de histórias.

11:49:00



Não escrevo para mim. Nem para as pessoas próximas. Escrevo para quem não conheço ou vejo pouco. Escrevo para você, que por curiosidade ou acaso, se vê lendo palavras desta aqui que vos fala. Não escrevo pra passar o tempo ou desabafar ( apesar de falar que seja), escrevo por paixão. 
Satisfação? Não sinto maior do que quando alguém diz que me lê, ou melhor que se identificou com o que encontra aqui. No princípio esse blog foi feito para conseguir uma vaga no Tudo de Blog da Capricho, unicamente isso, depois de um ano de posts, eu consegui a tal vaga. Mas depois de um tempo, vi que não era só isso. Era sentimento, eram histórias, pessoas, um movimento de coisas que postei .
Pessoas? Sim, o tempo todo. Na maioria das vezes ocultas, nos quase trezentos textos que deixei aqui. Frases repetidas, clichês, textos piegas, soltos na imensidão das palavras, muitas vezes sem sentido algum. Textos feitos em papel, durante alguma aula. Cartas para Deus, para vida, um recado, um aviso. Sobre a presença de alguém, sobre a falta.
O tempo. O assunto preferido. Inerente a ele, a morte, os instantes, a hora, os 'flashes'. Gosto de sentir o gosto das palavras, pronunciá-las antes de escrevê-las.
Esse texto é uma tentativa de agradecimento a você, pelos minutos dedicados a ler quem você não conhece ou não conhece tanto. Obrigada por ter deixado seus olhos caminharem por algumas das minhas frases. Que quando deixo aqui, torno-as públicas e soltas no mundo. Que criem asas, que se deixem levar e que me levem, e algum dia, me tragam de volta.

Marília Macedo


You Might Also Like

7 comentários

  1. Eu que agradeço pelas suas palavras sempre tão gostosas de ler.
    Sempre passo por aqui, mas quase não comento.
    Adoro seus textos, muitas vezes me confortam, me fazem refletir. Parabéns, e obrigada por tudo.

    ResponderExcluir
  2. Eu agradeço à você por escrever textos tão bonitos e inspiradores. No pouco tempo que passei escrevendo para a Capricho, não acredito que eu tenha escrito coisas tão bonitas quanto as que você põe aqui.
    =1

    ResponderExcluir
  3. Não precisa agradecer de modo algum, minha flor.

    Nós, humildes leitores, é que agradecemos pela oportunidade de 'refrescar' nossos olhos e alma com textos de alguém tão despretenciosamente talentosa como você.



    (Obs. nem respondeu meu último comentário... =/ )

    ResponderExcluir
  4. Você se expressa muito bem! Sou amiga da sua prima Alana. Ela me falou do seu blog há um tempo, visito ele sempre que dá. Gosto muuito. Parabéns, continue assim!

    ResponderExcluir
  5. Liiindo, adorei seu blog !
    Parabéns .

    ResponderExcluir
  6. Own. Lindo textoo! Primeeira veZ que estou por aquii e adooreii... Bem difereentee dos outroS bloG que estou acostumada ver...Parabéns!! SucessO!
    ^^
    BeeijO!
    Fanni*

    ResponderExcluir
  7. Nooossa Mariliaaa, ]me surpreendo cada dia mais e mais .
    Eu tambem a agradeço por dedicar parte de seu tempo escrevendo tao simples palavras, mas que expressam sentimentos taao profundos...
    Parabeeens Lilaah!

    ResponderExcluir