Pedaços de Mim e Antropologia Cultural

09:04:00







" Eu não esqueço, mas perdôo. "


Lendo essa frase pela primeira vez ela soa estranha. Porque como se pode perdoar e não esquecer ? As duas coisas podem acontecer simultaneamente?! Ou o perdão é ilusão?
Fiquei refletindo sobre ela, depois da aula de Antropologia Cultural. Durante a aula nós assistimos o filme 'Osama' e essa é a frase que aparece no início, juntamente com o fundo de imagem preta e o som de um vaso de metal tinindo em meio ao silêncio.  
Ao fim do filme, na discussão entre os alunos sobre as diferenças culturais entre os muçulmanos e a nossa cultura, não sei em que momento, mas chegamos a uma frase de Chico Buarque: " Saudade é arrumar o quarto de um filho que já morreu".
E pensei sobre saudade e perdão, e em como usamos palavras sem verdade. E o quão assustador é não ter a liberdade de sentir, de desejar, de amar, como acontece com as mulheres que usam a burca, tanto a visível da cultura muçulmana que esconde todo o corpo como a burca da alma que muitas mulheres usam impedindo-se de ser.
É como ter sua alma amputada. Seu sentimento arrancado. Deixando claro que não estou entrando em uma discussão cultural do que seja certo ou não, porque como a verdade, a cultura é relativa.
Mesmo não parecendo dá para relacionar o sentido de saudade, esquecimento e a burca da alma, burca tal que esconde os latejos permanentes do querer. E saudade disfarçada é como mito de Prometeu que iria ter seu fígado comido por um abutre todos os dias durante a eternidade.
Esquecer-se é deixa o que se tem na memória sair, é dar a liberdade de lembrar de outras coisas.
Perdoar permite que aos poucos possamos abrir frestas deixando a luz voltar a clarear. E como Chico Burque suavemente canta com sabedoria : "A vida segue sempre em frente, o que se há de fazer ?"


You Might Also Like

4 comentários

  1. Vim aqui por que senti falta de vc!

    ResponderExcluir
  2. comentei hoje pela manhã com uma pessoa sobre o tão discutido perdão.
    Só que em questões mais praticas de religião que refletem a realidade, o perdão é uma porta pra vida, um jeito de subir um degrau pra felicidade, libertar-se.
    Ultimamente, tenho esvaziado minha caixinha de mágoas, tá sendo difíl mas eu estou conseguindo.

    beijoo minha floor :*

    ResponderExcluir
  3. Olá, Marilia! Td bem? Adorei o seu blog! PARABÉNS! Já estou te seguindo! Quando puder, visite o meu? O Endereço é http://empauta-blog.blogspot.com
    Beeijooos (Hidaiana)

    ResponderExcluir
  4. eu sempre achei que sabia perdoar e esquecer, depois de agora preciso repensar isso.

    ResponderExcluir