Ensaio sobre os segundos

04:57:00


O corre-corre nas avenidas mostram como estamos lidando com o tempo. Pérola rara de poucos escolhidos, o tempo não saúda mais todas as pessoas, nem aos jovens que são seus preferidos.
Há aqueles que esperam do tempo maturidade e certezas, cobram dele o que as vezes ele pode não dá.
O tempo não é tão sábio, ele tem medo de falhar, e por esse motivo procura tanto a perfeição, talvez para que não nos decepcione.
E ainda temos aquela falsa ideia de para sempre que faz com que o tempo se sinta triste, ele gosta de ser momentos, faíscas de eternidade, e nós tiramos dele o direito de ser pouco.
As relações com o tempo mudam, para os apaixonados ele passa tão depressa, para quem espera a morte ele demora muito, para quem sabe que vai ganhar um presente ele é uma agradável surpresa.
E para mim que escrevo sobre o tempo, ele corre, passa tão rápido que mal posso senti-lo e quando dou por mim já se passaram os sagrados minutos do dia.
As engrenagens do relógio que comanda toda essa loucura esta emperrando, e de onde estou posso ouvir o barulho do tic-tac ficando cada vez mais longe.

A única verdade sobre o tempo é que ele passa sem deixar rastros, e quando percebemos isso já não temos o frescor da juventude, e mesmo que decidamos ser tudo que não fomos, não será como poderia ter sido, já que o tempo passou e o nosso corpo não é tão rígido.
E sabe qual a melhor coisa a se fazer ?! Não fale sobre o tempo, não comente sobre a chuva, não reclame do horário, sinta os segundos e respire fundo.
Só por hoje, aceite o dia, e viva o tempo, como aquela velha frase clichê que vive tatuada nas costas de quem tem necessidade de dizer que vive intensamente : Carpe Diem.
"Que algumas poucas vinte e quatro horas
Quase joguei minha vida inteira fora. "
Legião Urbana

You Might Also Like

3 comentários

  1. Own, amei seu blog! Simples, com conteúdo, e mara! kkkk

    Beijonas ;*

    ResponderExcluir
  2. Sabe moçinha, o tempo pode ser cruel e maravilhoso. Mas uma coisa eu sei, ele é contraditório.
    Há dias que gosto de vê-lo passar. Devagar, ou rápido, há dias que o admiro.

    Linda reflexão. Amei!

    Beijão pra tu

    ResponderExcluir
  3. "tempo amigo, seja legal, conto contigo pela madrugada, só me derrube no finaaal..." hehehe

    ResponderExcluir