De repente, a ficha cai.

14:09:00


Ele lê meu blog, e porque ele lê se vê no direito de me rotular porque escrevo coisas nele.

Ele pensa que lendo meus textos, pode saber o que sinto, o que penso, mesmo não convivendo comigo.
Engano fatal, eu passo dias sem escrever e minha vida não para, muitas coisas acontecem, e eu não costumo contar tudo a ninguem, nem as palavras.
Escrevo o que sinto vontade no momento, o que não significa que eu escreva o que realmente é importante para mim.
As vezes escrevo besteira, mesmo estando triste por dentro, quem há de saber ?! Se até as pessoas que estão perto de mim não sabem, haverá de saber quem só me lê?!
O que me dói de verdade, é a insensibilidade de não entender que minha forma de querer ajudar é muitas vezes falando minhas frases que para ele siginificam algo clichê, mas é porque na verdade ele não me conhece, não sabe dos meus pensamentos, e nem sabe quais são as frases que eu costumo falar.
Ele me rotulou, e com isso, me feriu. Ele já vinha fazendo isso, mas eu pensava que seria por implicância, brincadeira, mas...talvez não seja.
Mandei ele para o lugar mais longe que uma pessoa com raiva pode mandar a outra, não quero que ele volte mais pra minha vida.
Porque afinal de contas ele nunca participou dela, só agora posso vê. Afinal, o que ele sabe de mim ? Nada.
Me ferindo, me magoando com sua arrogância, não é prova que ele esteja falando a verdade. A verdade não é necessariamente uma faca.
e a gente só descobre isso depois de um tempo.
Por muitos anos fantasiei um amor, não vou mentir, fantasiei mesmo. E em alguns momentos me preservava por lembrar desse tal amor. Mas hoje com o olhar racional, que amor ?! O meu que enviou uma carta que nunca teve resposta, a que comprou duas metades de um coração e que até hoje tem a sua, a que sempre fazia de tudo para falar com ele no aniversario dele, e do ela ele só lembrava quando tinha orkut.
queria entender como me deixei enganar por tanto tempo, acho que na verdade eu gostava desse joguinho, me dava uma certa segurança, e isso hoje não adianta. Não tenho nada concreto não é ?!
Sou poeta por isso nutro esses amores, para ter de inspiração talvez, porque se a minha verdade não é suficiente para ele, então eu não suficiente, ou ele não é suficiente pra mim.

Esse jogo acaba aqui, eu sou a menina com papo de blogueira, não é ?! Isso você não é de nada.



You Might Also Like

0 comentários