16:15:00

Rer
Remendado Coitado
Meu coração tadinho...como anda sozinho.
Sem fortes emoções,sem mensagens de celular inesperadas,sem declarações offline pelo msn,sem depoimentos no orkut( aliás,eu nem tenho mais orkut!).
Escuta músicas, faz poesias, assiste a filmes, se emociona, e tão sozinho.
Sem ninguém pra me acordar no meio da noite com o toque do celular, sem uma voz que me faça suar, sem as bochechas ficarem vermelhas de vergonha.
Foi tantas vezes partido ao meio, dos lados, todo remendado, com cicatrizes.
Ah...meu coração!
Sonhava com príncipes e só encontrou aprendizes.
Não vive mais suspirando, só que sonha, e como sonha!
Vivo dizendo as pessoas que não sou romântica, que não acredito nesse amor que falam e afins.
Mas que ironia da vida!
Adivinha quem é mais romântica?
Não sou mais exemplo de meiguice,de falar manso no telefone, de ouvir música e chorar. é... não me peçam conselhos sobre essas coisas do amor!
Me perguntem sobre o tempo, política, filosofia, teorias de Freud, mas por favor,amor não!
Pelo menos até eu encontrar o outro pé do meu sapato! :)
Ah..meu coração remendado.
Não tem vergonha de dizer: Busca um amor! daqueles das novelas do Manoel Carlos, dos filmes de Bridget Jones, dos romances...
Se não encontrar igual, não tem problema.
Na verdade,ele só procura uma fita adesiva que grude os pedaços, a tinta que faça as cores brilharem, o momento certo.
Quando eu achar o poema exato, a fórmula perfeita, volto a falar no assunto.
Matérias do coração são mesmo sem sentido, ah...definitivamente EU NÃO SEI FALAR DE AMOR!
PS: mais ainda quero um!

"Eu tenho um bom papo e sei até dançar
Não posso compreender, não faz nenhum efeito
A minha aparição será que errei na mão
As coisas são mais fáceis na televisão"
Formula do amor

You Might Also Like

0 comentários