um texto para uma amiga.

10:45:00

Falar sobre alguém que conhecemos não é tão mais fácil do que falar sobre desconhecidos. Porque a cada momento uma pessoa pode nos surpreender.
Samara, a primeira vista é uma pessoa séria, centrada, tímida e metódica, o que quando a gente a conhece descobre que é isso mesmo.
Mas com o tempo percebemos inúmeras outras características que você não imaginaria que ela tivesse. Poucas pessoas sabem que ela é medrosa, que gosta de cantarolar, mas que nunca decora uma música inteira. Que ela é romântica e acredita nessas coisas de amor. É presa ao passado, a nostalgia e tem medo de estar sozinha.
Só que com o tempo você percebe uma vontade estranha dela, a de sair por aí e conhecer o novo.
Samara é preocupada com tudo que está ao seu redor, com as pessoas, as opiniões, os móveis desarrumados e os pratos que precisam ser lavados.
Aparenta ser extremamente estudiosa, mas só pega nos livros na véspera das provas, o que tira dos óculos dela o peso de passar que ela seja uma CDF.
Em uma agenda ela anota tudo que fez, o que faz e o que vai fazer. É uma pessoa fácil de presentear, fácil de dobrar e muito difícil de entender. Apesar de aparentar ser de fácil gênio, ela muitas vezes apresenta um comportamento um tanto quanto revolucionário.
Tem opinião forte, mas nem sempre tem coragem de apresentá-la. Precisa se sentir querida para estar bem em um lugar.
É irônica, mas seu bom coração não deixa que ela vá muito longe. Fala e briga, mas chora. Aliás, outra coisa, é muito chorona, quando encontrar ela com o nariz vermelho não pergunte o porquê das lágrimas, evite que ela chore mais.
É responsável com tudo que lhe diz respeito e com outros também, não gasta dinheiro com futilidades e até com necessidades é econômica.
Não gosta de ser acordada e nem dormir com a luz acesa. É orgulhosa, mas não precisa de muita conversa para conseguir dela o perdão.
Mas tem coisas que se você perder as dela, você não recupera mais, a confiança e a admiração.
É um ser humano falho como todos do planeta, e ainda precisa descobrir isso. E outra coisa, precisa saber que todos os dias são novas chances de nos encontrar, de quebrar velhos costumes, de jogar fora o que não serve mais.
Tudo é sagrado demais, para ser molhado com lágrimas.

You Might Also Like

2 comentários

  1. te achei no #tudodeblog ,
    fiz uma entrevista com Fernanda Milani (Produtora da Capricho) espero que goste, é só entrar no Óbvio e Atual!
    beijão ;*

    ResponderExcluir
  2. Que bela homenagem. Não tinha visto quando foi postada. Para os que aos poucos têm a sorte de conviver com Samarinha, sabem do quão complexa e interessante ela é. E Lila soube perceber isso de forma muito sensível e clara. Belíssimo texto para uma bela e intrigante, no bom sentido do termo, pessoa. :)

    ResponderExcluir