Renúncias e geografia

14:16:00

Renunciar.

De tempos em tempos precisamos pesar tudo aquilo que temos na vida. sorrisos, imagens, flashes de momentos bons e da fúria de algo que não deu certo.
A permanência no mundo nos leva a ter sempre que renunciar a alguma coisa, a alguém, não se sabe.
É verdade tem dias que ando num estágio de estresse total, sinto falta de uma boa conversa esclarecedora, óbvio que não tem nada a ver com as pessoas que me rodeiam, tenho amigos maravilhosos.
Mas vocês já sentiram uma intensa vontade de conhecer alguem que nao precisasse explicar nada, só desabafar ? ( um egoísmo, eu sei) uma pessoa no ponto do onibus, um faxineiro, um padre, sei lá. Uma pessoa que não fizesse parte do seu convivio diário, mas como de uma forma mágica pudesse te ouvir e te compreender,talvez.
Sei o quanto é necessário valorizar a todos que estão nos fazendo companhia hoje.

Quero uma noite fresca de luar, um amor, um amigo, uma fotografia, uma lembrança, praia ao entardecer, uma música profunda, um abraço, um beijo sincero, uma voz tranquila, um telefonema, quero sorrir. ser eu, ser alguém, tem dias que preferia não ser ninguem.

Experimentar novos sabores.
Renunciar a coisas mesquinhas.
Um conselho no fim do dia.



Ficar perto do céu e chegar perto das barbas de Deus .
Engenheiros do Hawai
ps: hoje fiz uma das minhas loucuras, tirei um zero bem redondo, pela primeira vez da minha vida. fiz porque quis, fiz questao de marcar duas opções, so pra anular. e não quis falar sobre o Apec. =S
é uma sensação estranha, mas tranquila. já sei minha nota não preciso me preocupar.
Um zero em Geografia. aiai que emoção !

You Might Also Like

0 comentários