an ham !

17:11:00

Hoje, não dá.
Não quero ser filosófica, nem usar palavras dificéis, vou ser o que minha alma é.
Assim, meio sem rumo, carregada de histórias, com jeito infantil, em alguns momentos explosiva, e crítica até a unha do dedão do pé.
Gosta de tudo certinho, mas o guarda-roupa é uma loucura ! tantas contróversias, que confunde quem a conhece .
Quisera ser simples, mas não tinha vocação para tal, um certo dia pensou em ser freira, talvez para se esconder do mundo, mas, sabia que no fundo do teu ser, a vontade sempre foi de conhecer o planeta, falar línguas das tribos latinas e virar Rapa Nui.
Era realmente uma garota confusa, fala a todo momento em se apaixonar verdadeiramente, mas não dá chances para que consigam conquistá-la.
No seu nome vem a forma poética de Maria, sempre soube que era uma Maria,por possuir aquela estranha mania de ter fé na vida.
Marília,nome criado por Tómas Gonzaga na época da Inconfidência Mineira, onde usara para disfarçar o nome da tua amada Dorotéia,assim ele não seria perseguido.
Engraçado, a garota nascera em uma época ocupada, o Natal, era muita ousadia, querer nascer no Natal, ficou na véspera e desde sempre ganha só um presente,todos os anos.
Estranha ela era, não havia dúvidas. acreditara em destino, numerologia, energia e afins.
E do interior de onde ela saiu, não existia gente assim, era taxada de louca. Pergunte a ela se algum dia a magoou?!
Claro que já, muitas vezes! Ser incomum não é tarefa das mais fáceis, quer saber de uma coisa?
Essa garota sou eu.
Em alguns poucos momentos desejei ser igual a todo mundo, mas não, melhor ser assim.
Com histórias, lamentações, vitórias e uma alma carregada de fé.
" Eu sou apenas um rapaz ( uma moça),
latino americano,
sem dinheiro no banco,
sem parentes importantes,
e vindo do interior. "
Um dia escrevo um livro e distribuo em praças públicas não sair da 1ª edição!

You Might Also Like

0 comentários