Meu amigo chato

16:00:00



Shaushishão, é meu "blother"!
Ninguém fala mal de meu amigo não!



Começo esse texto que vai falar de uma pessoa especificadamente, com frases do "Zorra Total", que eu uso normalmente para brincar com Mateus.

Semana passada a gente brigou! =/
Pirracei mesmo, assumo,e ele amassou minha revisão de matemática, discutimos e paramos de nos falar.
Nos primeiros dias eu não estava nem aí, e acho que ele também não,eu estava virada na pé com a boçalidade dele!
Mas, 3 dias depois eu já não tava bem.
5 dias, e eu já chorava quando minha prima vinha perguntar:-"Lila,já tá falando com Shaushishão?!"
Apesar de ser mais velha que Mateus 5 meses, sou bem mais criançona, e zuadenta, minha maior razão de sorrir na escola é pertubar ele.
Puxo o cabelo dele, belisco, dou tapa, grito "Shaushishão!",faço piadinhas que só eu dou risada e muito mais.
Só que ele também não deixa de graça, me chama de velha, doida de pedra, me belisca...
Na sala que nós estudamos ninguém suporta, mas eu não ligo, considero muito ele.
E nossa amizade é assim, Mateus sabe que pode contar sempre comigo, e eu espero poder contar com ele.
No ínicio, quando nos conhecemos, não vou mentir, achava ele um menino bonito, mas babaca, cheio de marra, metido a "o melhorzão".
Sentia um carinho especial, e isso não permitia a amizade de verdade.
Depois de alguns meses ficamos colegas, falava de assuntos de escola e pronto.
Um ano depois, ele é o garoto mais feio do mundo, minha dupla de trabalhos de escola, meu amigo, gosta de me dá uns conselhos que me fazem chorar quando eu chego em casa.
Eu não consigo passar por ele sem falar ou fazer alguma pertubação.
Graças a Deus, eu pedi desculpa, ele pediu desculpa também, e está tudo bem.
Se isso não acontecesse, quando eu fosse assistir Zorra, e visse Shaushishão eu ia abrir um berreiro!
Eu sou a que conhece as músicas do fundo do báu, que canta como ninguém: "Subi a serra,me deixou no boqueirão...", que dorme cedo, que é meio "tabaroa",que de vez em quando explica o assunto do teste, que que ser de qualquer jeito criança,e como ele diz: "Marília, às vezes parece que você tem 12 anos, e outras vezes parece que tem 60".
E ele é o que pega meu celular e vai direto pra música "histórias, nossas histórias, dias de luta,dias de glória", que deixa a unha crescer pra fazer o barulhinho, que atende o celular com um "oê!", que não diz obrigado, diz "valeu,valeu", que passa na rua e fala"treitheira!"


Mateus é meu amigo, com seus defeitos,
mas também com muitas qualidades,
que me permite ser quem eu sou,
apesar de reclamar.



É um retardado,
o gato da bruxa do 71,
mas é meu "blother"!






ps: essa imagem é muito linda!
é o meu avião da sorte!

You Might Also Like

0 comentários