Crescimento

08:03:00




Há muitos dias que não permito essa paz que estou sentingo agora.
Um dia de domingo, na minha casa de verdade(na semana moro em outra cidade), um macarrão com molho de requeijão cremoso,Fábio Jr. no som, coca-cola na geladeira e ainda ouvir pelo telefone o som das vozes de pessoas que amo muito.


De verdade, minha vida mudou algumas coisas desde a ultima vez que a gente se viu;
Planos mudaram, agora ando indecisa entre história e psicologia, e penso em fazer um concurso público,preciso ter a vida estabilizada.
Como você disse a minha voz mudou, não é mais de menininha(ainda sei fazer essa voz quando quero alguma coisa), mas aprendi a ser forte, a decidi se quero ir ou ficar em qualquer lugar que seja.
Agora, eu já não sou tão vaidosa, gosto mesmo de ler, mas não é por isso que vou deixar o cabelo curto.
Pois é, tô deixando o cabelo crescer, logo logo ele vai estar no meio das costas, cheio de ondas é verdade, mas tá bonito.
O aparelho pra consertar as imperfeições, o óculos que só uso no computador(que por sinal não estou usando agora).
Meu currículo mudou, já trabalhei em uma locadora de filmes, digitando provas na escola e atualmente estou dando reforço de Geometria para uma menina da 5ª série.
Sou esforçada, e as pessoas gostam de mim.
O maior objetivo que tenho é dar orgulho a minha família, e ter uma fazenda. Adoro a natureza e quero ficar perto dela, queria comprar uma vaquinha, mas aqui em casa não tem espaço, então adiei essa vontade para quando eu comprar minha fazenda,o nome vai ser "Fazenda Nossa Senhora da Poeira Sacudida". =]
Também quero escrever um livro, comprar uma bolsa e um óculos escuro para parecer mais velha.
Não sou mais menininha, só não entendo porque ainda tremo, fico com bochechas coradas quando alguém fala de mim.
Leio poemas de Mario Quintana,Clarice Lispector, e gosto mais de literatura estrangeira, o único clássico brasileiro que consegui ler foi Dom Casmurro.
Tenho planos de se não conseguir passar no vestibular, ir para os Eua, e quando estiver mais velha morar na Europa.
Já passei por alguns problemas sérios que me fizeram amadurecer, aprendi a dar valor ao dinheiro e que a felicidade não é eterna.
Não nego que tenho jeito de criança,mas por trás da brincadeira,existe o crescimento.
Se não lembrar tão bem de mim, te falo que não mudei muito, o tamanho (1,63m) não me deixa mentir.
Não gosto de salto alto, nem de frescurinhas, gosto de olhar para o céu e sentir paz, minha comida preferida é torta de frango,gosto de pagode e sei lutar pelas coisas em que acredito.
Nem sei porque tô contando todas essas coisas que podem não fazer diferença para você, mas queria que me visse como quem mudou muito, mas continua com a mesma essência.
Queria contar pra você que eu quero fazer esse vestibular, mas ele não vai fazer tanta diferença, porque mesmo que eu passe não vou cursar,
que tô juntando dinheiro pra passear ai pela feira das coisas do Paraguai,
mas principalmente tô indo pra olhar pra vê como você tá.
Se anda falando gíria, se o sotaque mudou, se o jeito tá diferente...
Não é por nada, é curiosidade.
Agora que já falei esse monte de coisa, vou almoçar e continuar meu domingo.


Minha saudade.
Já não tenho dedos pra contar
De quantos barrancos despenquei
E quantas pedras me atiraram
Ou quantas atirei
Tanta farpa tanta mentira
Tanta falta do que dizer
Nem sempre é "so easy" se viver


Mas o teu amor me cura
De uma loucura qualquer
É encostar no seu peito
E se isso for algum defeito
Por mim tudo bem.
Lulu Santos









You Might Also Like

0 comentários