03:52:00


Quase um mês sem postar, mas tenho algumas justificativas.
Juntou férias,carnaval,viagem,início das aulas e estava sem muita vontade de escrever.
O resultado do Tudo de Blog saiu, eu não fui escolhida, fiquei triste por 5 segundos,quando vi os nomes de um monte de garota talentosa, nossa...elas merecem!
Nesse meio tempo decidi finalizar meu orkut, ele atrapalha meu desempenho na escola e me afasta do blog.
Ontem eu estava com as palavras pulando de mim,sabe aquela intensa inspiração?!
Fiz um poema e vou colocar ele aqui hoje, sem esquecer de agradecer aos comentários que recebi,essa semana atualizo tudo por aqui,beleza?!


Faço de mim meu instrumento,
toco melodias que lembram sentimentos,
uso de várias formas as minhas articulações,
faço do meu olhar, a voz, e da batida do peito,a canção.
As notas não sei reconhecer,não estudei,sou leiga.
Vim de longe,ninguém sabe meu nome.
Faço de mim meu instrumento,
eu danço,eu canto,eu tento.
Lavo as mãos e faço do violão, o relento.
Pela foto antiga rasgada no canto,
dobrada na ponta,eu canto.
Faço de mim meu instrumento.
Sou soprana, ou de cordas,
solista ou orquestrada,
antes de ouvir a música,
eu sorrio para a bailarina,
grito de alegria,derramo no chão meu lamento.
E vou levando a vida de forma simples,
mas fazendo de mim meu instrumento.

You Might Also Like

0 comentários