A minha alma grita.

05:35:00

Estou aqui ainda assustada. Como em um mesmo Brasil existiu tantas maneiras de cultura diferentes e umas tão geniais.
O movimento tropicalismo aconteceu lá pela década de 60, e deixou de legado a mais pura essência do que era a criatividade artística do ser humano.
Não vou me exceder neste post, porque não pesquisei o suficiente para falar desse momento com conhecimento.
Vou usar ele só para fazer uma tentativa de mostrar as pessoas como somos pobres desse sentimento de revolução.
Não uma revolução como fez Che Guevara, mas de uma revolução de ideias, de desejar ser um ser humano crítico.
E falando em Tropicalismo, o que me incentivou a pesquisar sobre o movimento foi um dos melhores letristas, Capinan, ser meu conterrâneo, ser de Esplanada-BA! Não vou nem tentar descrever o baita orgulho que eu senti quando descobri isso.
Mas voltando ao ponto da revolução, queria mesmo ter vivido naquela época de criação, do turbilhão de ideias que aconteceu.
E como dizia Cazuza : ' Tô cansado de tanta caretice, tanta babaquice.Desta eterna falta do que falar'. Se ele há 20 anos atrás já dizia isso, o que direi eu ?! 


nada. o meu silêncio vai ser o suficiente.




You Might Also Like

4 comentários

  1. Nossa, adorei DE VERDADE seu blog!
    Os textos são um mais lindo que o outro, tudo muito criativo!

    E essa figura desse post, tava numa proposta de redação que eu fiz hoje... hahahaha

    :))

    Beijos, tá de parabéns

    (http://deespenteia.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  2. Prefiro revoluções cinematográficas tipo Belle Époque..
    Bjs!!
    =1

    ResponderExcluir
  3. eu sou fã :O

    tá, então quando eu crescer eu quero ser igual a Lilah..

    beeijo

    ResponderExcluir
  4. "O tempo não para..."
    E tudo se repete...
    E parece que nunca vai mudar....


    Beijos

    ResponderExcluir